O Papel da Família e da Escola

INTRODUÇÃO 

         Ao abordar o tema da educação, a primeira questão que cabe destacar é a nítida diferença que se deve estabelecer entre ensinar e educar, uma vez que o ensino é informativo, enquanto que a educação é formativa. Ensino é assunto específico de professores, enquanto que educação é um assunto bem mais amplo, envolvendo a sociedade como um todo,  mas muito particularmente a família e a escola. Dessa forma, podemos dizer que a família e a escola, portanto os pais e os professores, são os verdadeiros artífices da educação.

O nosso ponto de vista é de que, provavelmente, ensinar  tornou-se uma tarefa mais fácil nos últimos anos devido aos avanços tecnológicos, enquanto que, ao contrário, educar tornou-se uma missão muito mais difícil de ser cumprida hoje do que no passado. As razões desta dificuldades decorrem, em grande parte, das características da sociedade contemporânea, denominada de sociedade pós-moderna.            

Na primeira parte deste trabalho apresentamos, em dez sub-temas, uma comparação entre a educação no passado e no presente, seguida de deduções que evidenciam uma crise na educação. Na segunda parte, denominada Projeto para o Futuro, apresentamos sugestões para enfrentar  esta crise na educação. A terceira e última parte é dedicada às conclusões, apresentando algumas idéias sobre a essência da educação e destacando a importância e a  necessidade de pais e professores reassumirem seus fundamentais e bem definidos papéis no processo educativo.

 

 Para ler o conteúdo completo desta publicação, clique aqui.

 

Gley P. Costa

* Médico psiquiatra e psicanalista, professor de cursos de pós-graduação e escritor.