Considerações psicanalíticas sobre sexualidade e gênero

Desde os primórdios da civilização, o preconceito constitui o mais importante e inseparável companheiro da sexualidade . Provavelmente, devido a isso, por muitos anos não  houve qualquer interesse a respeito das origens e do desenvolvimento da feminilidade e da masculinidade. Como advertem Person e Ovesey (1999), “assumia-se simplesmente que elas corresponderiam, por natureza, aos dois sexos biológicos, apesar de suas variabilidades” (p. 121). 

Leia o artigo completo, clique aqui.